Michael Palin

Sempre que nos mais variados questionários surgiam aquelas perguntas do género “com que personalidade viva ou morta gostavas de ir almoçar/jantar/passar tempo/whatever?” eu nunca sabia bem quem escolher. Claro que há milhentas pessoas cujo cérebro eu gostava de passar uma horita a dissecar, (pronto, vá, milhentas não, mas se calhar umas dezenas) mas nunca nenhum nome me saltou assim à mente. Até ao outro dia que vi um documentário do Michael Palin na BBC, daqueles de viagens em que ele andava pelas florestas e montanhas da Transilvânia e, prestes a entrar para um comboio, diz o seguinte: “I’m about to enter a train with 15 lumberjacks. No comment.” E mais tarde acrescenta “I’m in a train car full of lumberjacks and that’s ok”. E se isto não é genial, não sei o que seja.

Aí pensei que sim, uma pessoa com quem eu gostaria de falar durante uma hora ou duas (ou mais, but let’s not get greedy) era o Michael Palin. Dos Monthy Python sempre me pareceu o mais equilibrado. Claro que se o John Cleese se quisesse juntar a nós eu não me fazia nada de esquisita.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s