Fim de semana tuga (prolongado)

Praia, sol, chuva, calor, amigos, família, sardinhas, salada com azeite (elemento desconhecido por terras de sua majestade), gelados, queques de laranja, compras.

Sábado estive com os papás, que apesar de já ser a terceira vez que cá venho, mal me vêem, taditos. Mas à noite fui ter com as meninas e fomos pá naite (depois de 3 horas de onde é que vamos? Mas para onde é que vocês querem ir? Ah vamos p’ráli e vamos p’racoli, para acabarmos no sítio do costume, o Bairro!)
Passei na famosa nova rotunda do marques e sobrevivi!
Apanhei uma pequena molha, mas mesmo depois de parar de chover, as ruas estavam todas alagadas, como é evidente, e então as minhas sabrinas transformaram-se em pequenos botes e enquanto andava ouvia o plosh plosh plosh dos meus pés. Pu-las a secar no dia seguinte e depois quando as fui calçar tinham encolhido! (mas alargaram logo outra vez). Ao andar na rua à noite, ouvia falar português e durante um milésimo de segundo pensava “olha! Um português!” e depois flagelava-me mentalmente pela minha estupidez. É engraçado olhar para as moedas de euro e pensar como também já distingo bem as libras e suas varias moedas.

Domingo fui às compras com a mamã. Bem, para dizer a verdade comecei logo na sexta à tarde em Heathrow (uma marca que não existe em Portugal). Em minha defesa, uma loja em particular era mais barata no aeroporto do que na cidade. Mais barata é como quem diz, menos cara! Distinção importante. Mas comprei dois bebés (ou vá, 4 que eles vêem aos pares) tão lindos tão lindos!

20120925-220720.jpg

20120925-220803.jpg
Ganhar em libras e gastar em euros é um negocio da China! Vestido da Zara que é cá a mesma quantidade de libas que em Portugal é de euros, poupa-se logo 20%!

20120925-220904.jpg
Mais outro na Cortefiel mas esta marca não há em Londres por isso não sei quanto custa cá, ou pelo menos ainda não a descobri. Meias (collants) que são cá o dobro do preço e metade da qualidade. Mas umas coisinhas aqui e ali. Ir às compras a Lisboa não é tão chique como ir a Paris, mas é bem mais barato.
À tarde a Camila (ler com pronuncia brasileira) e o seu excelentíssimo esposo foram-me visitar e estivemos à porrada um bocado porque eles tiveram o desplante de dizer que o galaxy 3 era melhor que o iPhone 5! Onde é que já se viu!
Depois eu e a homónima fomos fazer o serão do costume, Alegro, Fnac, Star, frozen yogurt, parvoíces, ah… Que saudades…

Segunda foi dia de recados. Precisava de um dia útil em Portugal para ir ao banco, ao médico, ao cabeleireiro, etc etc etc. ARRANJEI AS UNHAS, PRAISE THE LORD! É uma sensação semelhante a tomar banho quando se está algum tempo sem o poder fazer, um alivio, uma vaidade, uma sensação de que já se pode voltar à sociedade civilizada sem vergonhas. Sim porque esta gente anglo-saxonica não sabe fazer unhas mas sabe cobrar balurdios pelo trabalho mal feito.
Depois de almoço fiz novamente a mala e toca de ir para o aeroporto. E pronto… Agora só piso solo Luso no Natal, embora ainda vá ver os papás e o mano antes disso nas Canárias.

Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s