Easyjet – parte 2

20131116-155538.jpg

A culpa foi minha, eu é que não li as letras pequeninas. Que dizer, li mas “ignorei”. Dizia no site que podíamos levar uma peça de bagagem de mão connosco no avião e por isso lá vim eu com a minha malinha. Cheguei à porta de embarque, diz-me a senhora que vou ter que pôr a minha mala de mão dentro da bagagem ou então mandar uma mala para o porão. Parece que “pode levar uma mala” quer mesmo dizer UMA mala, incluindo as carteiras das senhoras… Ora, a minha carteira pessoal não cabia dentro da mala que já vinha bem cheia, não cabia lá nem mais uma folha de papel.
Toca a despachar a mala, pagando, obviamente, 45£! Até fiquei verde!
Ah, e saímos atrasados! Se bem que chegamos adiantados porque o vento estava de feição.

O senhor (jovem adulto imberbe inglês) à minha frente vinha a olhar pela janela muito admirado de estarmos a voar tão baixo junto aos edifícios, dizia ele que “o aeroporto deve ser mesmo no meio da cidade”, que em Londres nunca voaria assim tão baixo e que tinha a sensação que a qualquer altura íamos chocar com um edifício qualquer.

Outro atrás de mim falava do jogo de futebol Portugal-Suécia e dizia que nós tínhamos que passar porque um mundial sem o Cristiano Ronaldo não tinha piada. Eu acho que ele tem razão.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s