Se eu pudesse ter um super-poder…

… era ser imortal.

A citação de abertura dum dos meus livros preferidos, O Mundo de Sophia, do Jostein Gaarder (por falar nele, já não o leio há algum tempo, está na altura de o ler outra vez), é do Goethe e reza que “He who cannot draw on 3,000 years is living hand-to-mouth” que em Português pode ser mais ou menos traduzido para, quem não sabe prestar contas de 3 mil anos de história vive apenas o dia que passa.

Um dos meus grandes interesses é a História e quanto mais leio História, mas desejo ser imortal. Estar “lá” quando os grandes acontecimentos da humanidade acontecem. A História dura há 8 mil anos, mais coisa menos coisa, perante os quais os míseros 70 ou 80, se tivermos sorte, que dura uma vida humana não são mais que um segundo, e se o Putin e/ou o estado islâmico e/ou a mãe natureza (e/ou <inserir possível ameaça à continuação da espécie humana>) não se portarem muito mal, há-de durar mais uns quantos e eu gostava de ver. Infelizmente tenho que me contentar com a história escrita sobre o passado. O futuro, ainda pior: nem vê-lo, nem lê-lo.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Uncategorized. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s