Arquivos Mensais: Outubro 2015

Flagelos da nossa sociedade

Os livros de capa dura. Pergunto-me, para que servem? Porque não capa mole? São mais leves, mais maleáveis, ok, menos resistentes, mas mais convidativos. Claramente mais amigos do commuter (temos uma língua muito rica, mas não acho que haja palavra … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | 1 Comentário

O tempo

Vamos aqui abordar um tema bastante britânico, aliás, o mais britânico de todos: o tempo. Não o tempo do calendário, mas o tempo do clima. Isto já há semanas que anda aqui um verão tardio que não se pode. Não  … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Censura e liberdade de expressão

Why my grandfather translated Mein Kampf. Whenever I tell anyone that my Irish grandfather translated Hitler’s Mein Kampf, the first question tends to be, “Why did he do that?” Quickly followed by, “Was he a Nazi?” Simply answered, No he … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Supermercados em Londres

Há muitos supermercados por onde escolher nesta cidade. Eu acho que acabo por ir mais àquele que está mais perto de mim, mas neste caso não é o meu preferido. Ha artigos que nao me fazem impressao nenhuma de onde … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Notas da noite eleitoral

Acabei de ouvir o jornalista dizer que a sede do PS era na sala Londres do hotel Altis e que o António Costa espera que isto seja um bom presságio porque as sondagens por cá na altura das últimas eleições … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Não sei como é que eles faziam (ou it’s a great time to be alive!)

Eu vou a Portugal (praticamente) todos os meses com (quase sempre) a Ryanair, eu vejo a minha família todas as semanas pelo skype, eu comunico regularmente com amigos em Portugal pelo facebook e whatsapp, eu leio jornais portugueses online (e … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Si vis pacem, para bellum

Sou uma crente no ditado “Se queres paz, prepara-te para a guerra”. Na biografia de Hitler que estou quase a acabar o autor refere a esperança que o ditador alemão depositou até à última hora nas fantásticas novas armas que … Continuar a ler

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário